Expandindo a proteção para nossos anunciantes

A internet abriu portas para novas comunidades e plataformas que ajudam as pessoas a encontrar diferentes visões de mundo e ter uma voz. Hoje, qualquer pessoa com um celular pode se tornar um criador de conteúdo, desenvolvedor de aplicativos ou empreendedor. O Google ajudou milhões de criadores e editores a serem ouvidos, encontrarem sua audiência, ganharem dinheiro ou construírem um negócio. Muito disso só foi possível graças à publicidade digital. Milhares de sites são adicionados todos os dias à nossa rede de anúncios e mais de 400 horas em vídeos são carregadas no YouTube a cada minuto.

Nós temos a responsabilidade de proteger este vibrante e criativo mundo – dos criadores emergentes aos grandes editores – mesmo quando não concordamos com as ideias que estão sendo expressas. Mas também temos que ser responsáveis com nossos anunciantes que, por sua vez, ajudam estes editores e criadores a prosperarem. Temos regras rigorosas que definem onde os anúncios de nossa rede devem aparecer e, na maioria dos casos, nossas políticas e ferramentas funcionam como esperado. No entanto, às vezes, isso não é suficiente.

Recentemente, tivemos uma série de casos em que anúncios de algumas marcas apareceram em sites e canais no YouTube, cujo conteúdo não estava alinhado com seus valores. Pedimos desculpas por isso. Sabemos que é inaceitável para anunciantes e agências que depositam sua confiança em nós. Este é o motivo pelo qual realizamos uma extensa revisão de nossas políticas para anúncios e ferramentas para anunciantes, e a mesma razão  pela qual assumimos um compromisso público na semana passada, no sentido de implementar mudanças que vão assegurar para as marcas um melhor controle sobre onde seus anúncios devem aparecer.

Eu gostaria de compartilhar que já iniciamos mudanças em três áreas principais: a revisão das nossas políticas de anúncios, a implementação dessas revisões e novos controles para os anunciantes.

Intensificando nossas políticas de anúncios
Nós sabemos que os anunciantes não desejam que sua publicidade esteja próxima a conteúdos que não estejam alinhados com seus valores. Então, a partir de agora, estamos adotando um posicionamento mais duro em relação a conteúdos ofensivos, depreciativos ou discursos de ódio. Isso inclui remover anúncios de forma mais eficiente de qualquer conteúdo que esteja atacando ou assediando pessoas com base em sua raça, religião, gênero ou questões semelhantes. Essa mudança permitirá que tomemos ações quando forem apropriadas, em um maior conjunto de anúncios e sites.

Também estamos reforçando nossas proteções para garantir que os anúncios apareçam apenas nos canais de criadores legítimos que fazem parte do nosso YouTube Partner Program e não naqueles que personificam outros canais ou violam nossas as diretrizes da comunidade da plataforma. Mas não vamos focar somente na remoção de anúncios. O time do YouTube está trabalhando arduamente em nossas atuais diretrizes de comunidade para determinar que tipo de conteúdo será permitido na plataforma e não apenas aquele que pode ser monetizado.

Aumento os níveis de controles e segurança para anunciantes
Toda empresa tem diretrizes de marca que estipulam onde e quando ela deseja que seus anúncios apareçam. Já oferecemos alguns controles para anunciantes, como o objetivo de responder a essas necessidades. Nos próximos dias e, ao longo dos próximos meses, introduziremos novas ferramentas para que os anunciantes  possam gerenciar com maior facilidade e consistência em quais locais seus anúncios serão exibidos no YouTube e na internet.

  • Padrão mais seguro para marcas: Estamos alterando as configurações padrão dos anúncios para que eles sejam exibidos em conteúdos que atendam a um nível mais elevado de segurança para a marca e excluindo conteúdos potencialmente censuráveis ou aqueles em que os anunciantes preferem não estar presentes. As marcas que desejarem podem optar por anunciar em uma gama de conteúdos mais ampla, se assim o quiserem.
  • Gerenciamento simplificado de exclusões: Nós vamos introduzir um novo nível de controle de conta para facilitar o processo para os anunciantes, caso desejem excluir canais do YouTube e sites específicos de suas campanhas de AdWords para Vídeo ou para a Rede de Display do Google, e gerenciar de forma segura as configurações da marca em todas as campanhas com apenas um clique. 
  • Controles mais precisos: Além disso, vamos introduzir novos controles para facilitar a exclusão de conteúdo de alto risco para as marcas e possibilitar ajustes mais precisos sobre onde elas querem que seus anúncios sejam exibidos.

Aumentando os recursos, acelerando as revisões e melhorando a transparência
Ofereceremos aos anunciantes maior transparência e visibilidade sobre onde seus anúncios estão rodando e, nos próximos meses, vamos expandir a disponibilidade de relatórios para todas as empresas.

Outra ação é a contratação de um número significante de pessoas e o desenvolvimento de novas ferramentas baseadas em nossos avanços recentes em inteligência artificial e aprendizado de máquina para melhorar nossa capacidade de analisar conteúdo questionável para publicidade. Para os casos nos quais as empresas encontrarem seu anúncio disponibilizado em local onde não deveria estar, planejamos oferecer um novo processo para tornar mais fácil e rápido o escalonamento do problema. Em breve, estaremos aptos para solucionar estes casos em pouquíssimas horas.

Acreditamos que a combinação dessas novas políticas e controles vão reforçar de forma significativa nossa habilidade de ajudar os anunciantes a atingir seu público-alvo, enquanto respeitamos seus valores. Vamos trabalhar para colocar estas políticas e processos em prática em toda nossa rede de anúncios e no YouTube o quanto antes. Ao mesmo tempo, vamos agir de forma cuidadosa, preservando os valores que compartilhamos com anunciantes, editores e criadores de todos os portes.

Afinal, não existe nada mais importante para o Google do que a confiança que construímos entre nossos usuários, anunciantes e editores. Proteger as marcas dos anunciantes é um compromisso contínuo para nós e continuaremos a ouvir todos seus questionamentos e sugestões.

Postado por Philipp Shindler, Chief Business Officer da Google Inc.

Powered by WPeMatico